Objetivo | Redes de Proteção
Blog 25 jun 2018
Home » Blog » Como proteger seus filhos em casa e apartamentos

Como proteger seus filhos em casa e apartamentos

Para quem tem bebês e crianças dentro de casa, o mundo pode ser um pouco mais perigoso. Basta chegarem os seis meses de idade e eles já ficam eufóricos para conhecer o universo ao seu redor. Por isso muitas mamães e papais ficam com a dúvida de como proteger seus filhos da sua própria curiosidade.

Claro que isso tudo é muito bom para o aprendizado dos pequenos, mas também é motivo de uma preocupação a mais para os seus cuidadores.

Afinal, você sabe como proteger seus filhos em casas ou apartamentos?

Basta continuar lendo este artigo e você terá dicas preciosas!

como proteger seus filhos

Use redes de proteção e aprenda como proteger seus filhos

A primeira e mais importante dica de como proteger seus filhos em casa ou apartamentos é: use redes de proteção. Elas vão deixar o seu lar muito mais seguro e você bem mais tranquilo.

As redes são capazes de barrar a queda de crianças, idosos, pets e até mesmo objetos. Isso, para quem vive em prédios, é uma grande solução.

As redes de proteção, sem sombra de dúvidas, são indispensáveis para proteger seus filhos em casas e apartamentos.

Em janelas, sacadas ou varandas, elas são praticamente obrigatórias para evitar que as crianças caiam ou se machuquem de alguma forma. Isso seria terrível, não é mesmo?

Elas são resistentes, adaptáveis, charmosas e ainda estão disponíveis em diversas cores, o que ajuda você a compor a sua fachada da melhor maneira possível.

As redes de proteção vão proporcionar que você possa curtir aquela brisa dentro do seu lar sem se preocupar com possíveis acidentes. E, diferente das grades, elas não dão a sensação de enclausuramento.

Mas, antes de comprar a sua rede de proteção, é importante estar atento a alguns detalhes para se certificar de que está casa comprando um produto realmente seguro e de qualidade.

Veja quais são as principais características às quais você deve dar uma atenção maior e com isso vai ser essencial de como proteger seus filhos:

  • O material – Os materiais mais utilizados na fabricação das redes de proteção são o polietileno e o poliamida. Ambos são extremamente resistentes e cumprem a função de proteger sua casa. Mas é importante saber que a poliamida absorve umidade e, por isso, pode acumular alguma sujeira. Por isso, se for possível, dê preferência às redes de polietileno. Assim você não terá que lidar com esse tipo de problema em dias mais úmidos e chuvosos.
  • Os ganchos – Quanto aos ganchos que prendem as redes, procure usar os de inox, que oferecem a durabilidade e resistência necessária para a proteção desejada. Quanto mais voltas o gancho der, mais segurança ele irá garantir.
  • A durabilidade – Essas telas costumam ter uma qualidade incrível, podendo ter uma vida útil de até 7 anos. Depois desse tempo, o sugerido é que se faça a troca delas.

As redes costumam suportar até 500 quilos por metro quadrado de força aplicada. Você ainda pode escolher entre diferentes opções de malhas.

Algumas, menores, são indicadas para impedir a passagem de objetos pequenos e pets de pequeno porte, por exemplo.

As maiores permitem a passagem de uma mão e são aconselháveis para ambientes com crianças e idosos.

Antiderrapantes são uma boa pedida!

As cerâmicas antiderrapantes são outra medida de grande eficiência na hora de evitar os indesejados acidentes com os pequenos.

Eles vivem a mil por hora, correm, pulam e, quando menos percebemos, já estão em lugares inimagináveis.

Por isso, o ideal seria que houvesse piso antiderrapante por toda a casa.

Mas, caso isso não seja possível, procure pelo menos aplicá-las nos locais que costumam ter umidade para evitar os escorregões.

Nos banheiros, áreas de serviço e, se for o caso, áreas com piscina ou banheiras, torna-se necessário tomar essa precaução.

Sacadas, escadas, tomadas e outras rimas

Para as sacadas e alguns tipos de escadas, as redes de proteção são a melhor solução. Mas não vá se esquecer de outros pequenos cuidados que você deve tomar para proteger os seus filhos.

Lembre-se de colocar os tampões nas tomadas para evitar os possíveis choques elétricos. Por algum motivo desconhecido, os pequenos adoram enfiar os seus dedinhos nos buracos. Quanta curiosidade!

Objetos como porta-retratos, louças, enfeites, espelhos e tudo o mais que seja passível de ser quebrado deve ser posto em algum lugar em que eles não alcancem.

Como as crianças vivem em constante descoberta, não é muito aconselhável lhes proibir de fazer tudo. É preciso deixar que eles descubram o mundo à vontade, mexam nas coisas e se sujem um pouco.

Apenas tome os cuidados para que não ocorram grandes danos.

Contrate uma babá

Diversos estudos indicam que os maiores acidentes com crianças acontecem quando os seus pais, por algum motivo, as deixam sozinhas em algum lugar.

Veja o perigo que isso oferece! Lembre-se sempre de que a meninada geralmente não precisa de muito tempo para aprontar aquela bagunça!

Por isso, procure não os deixar sozinhos e, se você tem condição financeira e pode pagar alguém para ajudar a cuidar das crianças, faça isso.

Contratar alguém que ajude não significa, de forma alguma, que você esteja abrindo mão de passar o tempo com o seu filho.

Uma babá irá apenas acompanhá-lo quando você estiver ocupada fazendo outra coisa. Dessa forma, você não terá que deixar a criança sozinha por muito tempo e não acontecerão grandes infortúnios.

É claro que, ao contratar alguém para cuidar de suas crianças, é extremamente necessário fazer uma seleção rigorosa e escolher um(a) profissional competente e de confiança.

Se você vai contratar uma babá, antes leia essas dicas.

Afinal, será nas mãos dessa pessoa que você deixará o seu pequeno, além do mais, existem todos aqueles pequenos cuidados que exigem atenção plena por 24 horas. São os brinquedos para que não engulam, a comida para que não se engasguem, os sofás e camas para que não caiam.

De fato, eles podem até dar um certo trabalho, mas não há quem discorde de que os filhos enchem as nossas vidas de risos e alegrias. Todo o esforço para garantir a sua proteção vale muito a pena.

Esperamos ter te ajudado a proteger seus filhos em casas ou apartamentos.

Seguindo as dicas tão simples que acabamos de dar, certamente você ficará muito mais tranquilo, pois perceberá que terão diminuído bastante as chances de acidentes e machucados.

Separamos um link para você entender melhor qual a importância das redes de proteção, espero que isso te ajude.

 

Nádia Patricia
Compartilhe
Compartilhar no Google Plus Compartilhar no Whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as Novidades